Editora Reflexão

Terra Santa - A confessionalidade religiosa

Autor(a): PUBLIO AZEVEDO 

ISBN:9788580883244

Páginas: 136

Formato: 16,0x23,0

Avaliação:


  • De: R$ 44,90
  • Por: R$ 29,18

ou 10x de R$ 2,91 sem juros no cartão

Comprar

Comprar com 1-Click

 “A morte é um tema que sempre fala à vida.”

 

Todavia, Terra Santa não é um livro mórbido, macabro ou carregado de superstições, antes, um texto histórico, que de forma panorâmica passeia pela história do Brasil Colônia e Império, em especial pela província de São Paulo de Piratininga oitocentista, anos curiosos de efervescência política, religiosa e cultural. O iluminismo europeu começa a reverberar em terras brasiles, tentativa da europeização, a Belle Époque, o positivismo, e o republicanismo são fatores sociais que contracenavam com a Fé Católica agora brasileira, uma confessionalidade própria e bem peculiar, distante do modus vivendi do Vaticano, que entre muitas questões da vida cotidiana do paulistano fará interferência na morte, especi camente no que se refere ao local de sepultamento deste. O local da morte tinha tal relevância que direcionava as relações sócio, políticas, religiosas e econômicas dos paulistanos, sendo a principal fonte de lucro das paróquias católicas e fonte de renda para muitos pro ssionais da morte, a intervenção do Estado através da criação de espaços laicos para o sepultamento não apenas alterou a geogra a dos mortos, mas, a história da sociedade paulistana, e o seu ponto divisor se dá no Cemitério da Consolação. Boa Leitura, do autor